acreditando em tudo que leio

Um amigo me mandou o link de uma matéria da CartaCapital que falava sobre o trabalho dos missionários da Jocum entre os índios Suruwahá. Quem conhece o trabalho da Jocum mais de perto sabe de toda a perseguição da FUNAI e de todas as mentiras que tem sido levantadas sobre a atuação da missão. Mas dai eu fiquei pensando: mas e quem não conhece a missão, não sabe do comprometimento com a verdade no trabalho dos missionários, não conhece o caráter da liderança? A única coisa a fazer, para essas pessoas, é acreditar, não é? Ai eu me pego pensando de novo que a mesma coisa acontece comigo e com você quando vemos ou lemos matérias falando sobre tantos assuntos na internet ou na televisão. É fácil acreditar na sentença que já foi dada por alguém que tem mais conhecimento que eu sobre aquele assunto. Mas quem pode provar que ele está mesmo falando a verdade?

O documentário Zeitgeist fala bem sobre isso. Recomendo demais que você assista. Ele vai te deixar um pouco pirado no início, mas é sempre bom ter os olhos abertos. O texto “conhecereis a verdade e a verdade vos libertará” não se aplica somente a bíblia. Como diria a Cibele, a ignorância pode parecer uma bênção, mas “eu não trocaria um minuto (por mais perturbador que seja) dentro do conhecimento da verdade por um dia inteiro“feliz” na ignorância.

Anúncios

Sobre Elianderson Nicácio

Meu nome é Elianderson Nicácio. Tenho 25 anos e a mais de seis anos trabalho como designer, tendo experiências tantos como webdesigner (desenvolvimento de sites) quanto como designer gráfico (material impresso), trabalhando com empresas em Alagoas e na Bahia. Sou estudante de Publicidade e Propaganda e atualmente integro a equipe de criação da SX Brasil Comunicação Digital.

3 Respostas para “acreditando em tudo que leio

  1. Bia

    Zeitgeist é pauleira… levanta questionamentos interessantes assim como O código Da Vinci. Mas eu tbm não trocaria a Eternidade na Verdade (Cristo) pela vida na ignorância.

  2. knesset

    Eu preciso ver esse documentário! Acabei de postar algo sobre Além do Cidadão Kane, numa ótica bem parecida.
    Ainda não pude ver Zeitgeist, e não sei exatamente da temática. Mas pelo que você falou, vou correr pra assistir.
    Valeu.

  3. Opa! Estou eu aqui!

    Eu os conheço, conheço a HAKANI e toda a evolução da história, desde
    quando saiu na veja estou por dentre já fui em conferências com o Suzuki
    e fui ao protesto realizado contra o infânticidio em todas as capitais.

    Meus tios são lideres da JOCUM em Cuiabá/Chapada dos Guimarães e tenho visto e acompanhado a luta deles para que eles vencam um algo que aos olhos humanos é
    quase impossivel.

    Shalon!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

“Mais cedo ou mais tarde você irá perceber, assim como eu percebi, que há uma diferença entre conhecer o caminho e andar por ele.” Morpheus (Matrix)

Calendário

setembro 2008
D S T Q Q S S
« ago   out »
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930  
%d blogueiros gostam disto: